ProgramaçãoSalas 10 e 11

09h00 às 09h30         Credenciamento e Boas Vindas

 

09h30 às 09h40         Abertura 

Jaime Silva - Presidente da ANTTUR

Milton Zanca - Presidente da FRESP

 

09h40 às 11h00        

Fretamento + Sustentável, +Digital e +Diversificado

                                   

Quais as transformações que impactaram o setor de fretamento neste último ano e como elas refletiram na relação com os clientes, órgãos gestores e a sociedade como um todo? Renomados empresários do fretamento de várias regiões do país partilharão com a plateia suas experiências e expectativas, permitindo assim, uma visão ampliada da realidade do setor e os seus desafios.

 

  • Emerson Imbronizio – RIMATUR - PR

  • Fernando da Silva Carneiro – TOP RIO - RJ

  • Fernando Ruas Piccolo – TAIPASTUR - SP

  • Carlos Calheiros – SOL E MAR/SINFRETUR  - AL

  • Aldo Oliveira – TEMA - AM

 

11h00 às 12h20        

Fretamento + Integrado

Os desafios não são apenas para o fretamento. Os outros setores de transporte coletivo ou vinculado a ele também lidam com os reflexos dessas transformações. Como o setor está se preparando para os desafios do transporte coletivo rodoviário? Teremos novos modelos? O que esperar da tecnologia em prol da mobilidade?

 

James Bellini - Marcopolo

As discussões sobre sustentabilidade nunca estiveram tão em alta tanto quanto a pressão para que as atividades econômicas adotem medidas que contemplem este universo. Uma mobilidade menos poluente é um desafio para o transporte rodoviário. Quais serão as tendências nessa área implementadas nos veículos que operarão no Brasil na próxima década?

 

Letícia Pineschi Kitagawa - ABRATI

O transporte rodoviário público foi muito impactado pela pandemia. Evasão de passageiros, tarifas defasadas, diesel caro, novos players no mercado, mudanças de legislação, entre outros fatores contribuíram para o agravamento da situação. Em linhas gerais, quais são os pilares que a ABRATI defende para manutenção do setor organizado?

 

Vander Francisco Costa - Confederação Nacional do Transporte - CNT

A CNT faz um trabalho exemplar na defesa do setor de transporte como um todo, acompanhando mais de perto o cenário político e de gestão pública federal. Sabendo das dificuldades e desafios que os transportadores ainda enfrentarão no período da retomada, quais são as bandeiras que a CNT defenderá para melhorar, e em alguns casos até viabilizar, para o setor de transporte?

 

Valmir Colodrão – Praxio Tecnologia e Rafael Teles - Transdata

A tecnologia teve grande destaque na pandemia e permitiu surpreendentes mudanças no padrão de consumo de bens e serviços. Apesar de acostumados com a tecnologia, nosso setor está irrequieto com todos os cenários que rapidamente invadiram nosso cotidiano. Produtos e serviços complexos que podem se tornar ultrapassados num curtíssimo espaço de tempo. Recentemente o leilão do 5G nos fez indagar quais serão as mudanças que a tecnologia vai permitir a curto e médio prazo e como elas podem beneficiar o fretamento e a mobilidade. Quais são os fatores que toda empresa deve atentar para não ficar obsoleta nessa área?

 

Regina Rocha de Souza Pinto – FRESP

É evidente que muita coisa mudou e ainda vai mudar numa velocidade surpreendente. Será que a regulamentação do serviço de fretamento nos permite acompanhar e atender as novas demandas da mobilidade com essa mesma velocidade e versatilidade? A tecnologia pode ser uma aliada nesse processo, diminuindo as desgastantes rotinas das empresas e facilitando a interface com os órgãos gestores?

 

12h20 às 12h30         Encerramento Painéis

13h00 às 15h00        Almoço-Premiação

Maiores do Transporte & Melhores do Transporte - OTM

Evento Fretamento 20215_edited.jpg